.: PERFIL :.

Nome: Tiago Antão
Idade: 22
Cidade: Amadora
E-mail: tiago.antao@simplesnet.pt

Gosto de: De estar com amigos, de ouvir música, de andar pela Internet, do meu Sporting, de política e do CDS-PP, enfim de muita coisa!

 

.: LIGAÇÕES :.

.: Também Escrevo Aqui :.

Amadora com Futuro!
E depois do mesmo...

Pela Linha Amarela

.:Blogues :.


(A)normalidades

Advertising LX
Anjos e Demónios
blogadissimo
Bragança Jovem Popular
Citador
Colher Rosas
Direita por linhas tortas
Imprensa Falsa
Lóbi do Chá
MaiS uma VidA
O DANDY
Problema de Expressão
Sarapitol of Boobs
Semiramis
Sociedade Leonina
Some Like it Hot
tomarpartido


.: Comunicação Social :.

Agência Financeira
Atlântico
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notícias
Comunicando
Correio da Manhã
Expresso
Jornal de Notícias
Lusa
O Independente
Portugal Diário
Público
Rádio Renascença
Semanário
TSF


.: Internacional :.

ABC
Corriere Della Sera
El Pais
Globo
La Tribune
Lefigaro
Reuters
Sky News
The New York Times


.: Regional :.

A tribuna de Loures
Notícias da Amadora


.: Artigos anteriores :.
 

Um sonho que se desvanece...

A minha história de amor que nunca terei...

NÃO DESISTO DE TI II

A diferença entre esquerda e direita.

No início...

Aguenta Coração. (Br).

Wonderful Tonight

Virar a página.

O amor faz...

Ligações actualizadas.

.: Arquivo :.
 

  • 25 Janeiro 2004

  • 01 Fevereiro 2004

  • 08 Fevereiro 2004

  • 15 Fevereiro 2004

  • 29 Fevereiro 2004

  • 28 Março 2004

  • 11 Abril 2004

  • 25 Julho 2004

  • 01 Agosto 2004

  • 08 Agosto 2004

  • 15 Agosto 2004

  • 22 Agosto 2004

  • 05 Setembro 2004

  • 12 Setembro 2004

  • 19 Setembro 2004

  • 26 Setembro 2004

  • 03 Outubro 2004

  • 10 Outubro 2004

  • 17 Outubro 2004

  • 31 Outubro 2004

  • 14 Novembro 2004

  • 21 Novembro 2004

  • 28 Novembro 2004

  • 05 Dezembro 2004

  • 12 Dezembro 2004

  • 19 Dezembro 2004

  • 26 Dezembro 2004

  • 02 Janeiro 2005

  • 09 Janeiro 2005

  • 16 Janeiro 2005

  • 23 Janeiro 2005

  • 30 Janeiro 2005

  • 06 Fevereiro 2005

  • 13 Fevereiro 2005

  • 20 Fevereiro 2005

  • 27 Fevereiro 2005

  • 06 Março 2005

  • 13 Março 2005

  • 20 Março 2005

  • 27 Março 2005

  • 03 Abril 2005

  • 10 Abril 2005

  • 17 Abril 2005

  • 24 Abril 2005

  • 01 Maio 2005

  • 08 Maio 2005

  • 15 Maio 2005

  • 22 Maio 2005

  • 29 Maio 2005

  • 05 Junho 2005

  • 12 Junho 2005

  • 19 Junho 2005

  • 26 Junho 2005

  • 03 Julho 2005

  • 10 Julho 2005

  • 24 Julho 2005

  • 31 Julho 2005

  • 07 Agosto 2005

  • 04 Setembro 2005

  • 11 Setembro 2005

  • 18 Setembro 2005

  • 25 Setembro 2005

  • 09 Outubro 2005

  • 16 Outubro 2005

  • 30 Outubro 2005

  • 06 Novembro 2005

  • 20 Novembro 2005

  • 27 Novembro 2005

  • 04 Dezembro 2005

  • 11 Dezembro 2005

  • 18 Dezembro 2005

  • 25 Dezembro 2005

  • 01 Janeiro 2006

  • 08 Janeiro 2006

  • 15 Janeiro 2006

  • 22 Janeiro 2006

  • 29 Janeiro 2006

  • 05 Fevereiro 2006

  • 12 Fevereiro 2006

  • 19 Fevereiro 2006

  • 26 Fevereiro 2006

  • 05 Março 2006

  • 19 Março 2006

  • 26 Março 2006

  • 02 Abril 2006

  • 16 Abril 2006

  • 23 Abril 2006

  • 30 Abril 2006



  •  

     Este é o clique n.º



    .: Créditos :.

    Dream Melody Layouts
    Template by Dewi
    Brushes: Police Man





    renasci


    Tal como à lebre segue o caçador, Por montes e vales, ao frio e ao calor E mal a vê presa mais não lhe liga, Só o passo estuga desde que a persiga Ariosto, 'Orlando Furioso'

    02 maio, 2006

    Um sonho que se desvanece...

    Tudo na vida tem um fim, a vida é um ciclo e a própria vida tem um fim. Isto aplica-se a tudo, e chegou a hora a que se aplica também a este Blog. Chegou ao fim!

    Este como outros sonhos chegam ao fim e é hora e lhe pôr um ponto final. Terá valido a pena? É uma pergunta à qual não sei responder, teve momentos bons e outros menos positivos, não foi nenhum sucesso, ainda assim consegui ter neste espaço um fórum interessante, e pensamentos que achei oportuno partilhar.

    Os sonhos são mesmo assim, na maior parte das vezes não os conseguimos concretizar, e há sempre algo ou alguém que parece pôr-se-nos no nosso caminho a dificultar essa tarefa. A inveja, o ciúme, a noção de fracasso completo são por vezes sensações incontornáveis, a vontade de continuar fica muitas vezes posta em causa. O que nos segura terá de ser a vontade sempre legitimada por alguma esperança.

    Acabou...

    30 abril, 2006

    A minha história de amor que nunca terei...

    Eles são duas crianças a viver esperanças, a saber sorrir.
    Ela tem cabelos louros, ele tem tesouros para repartir.
    Numa outra brincadeira passam mesmo à beira sempre sem falar.
    Uns olhares envergonhados e são namorados sem ninguém pensar.


    Foram juntos outro dia, como por magia, no autocarro, em pé.
    Ele lá lhe disse, a medo: "O meu nome é Pedro e o teu qual é?"
    Ela corou um pouquinho e respondeu baixinho: "Sou a Cinderela".
    Quando a noite o envolveu ele adormeceu e sonhou com ela...

    Então,
    Bate, bate coração
    Louco, louco de ilusão
    A idade assim não tem valor.
    Crescer,
    vai dar tempo p'ra aprender,
    Vai dar jeito p'ra viver
    O teu primeiro amor.

    Cinderela das histórias a avivar memórias, a deixar mistério
    Já o fez andar na lua, no meio da rua e a chover a sério.

    Ela, quando lá o viu, encharcado e frio, quase o abraçou.
    Com a cara assim molhada ninguém deu por nada, ele até
    chorou...

    E agora, nos recreios, dão os seus passeios, fazem muitos
    planos.
    E dividem a merenda, tal como uma prenda que se dá nos anos.

    E, num desses momentos, houve sentimentos a falar por si.
    Ele pegou na mão dela: "Sabes Cinderela, eu gosto de ti..."

    24 abril, 2006

    NÃO DESISTO DE TI II

    Não, não me peças p’ra esquecer-te
    Não, não me peças que eu me cale
    Se te vir com outro
    Tudo posso prometer-te
    Menos que o meu coração de amor não fale

    Não, não que peças que eu desfaça
    Sim, o sonho que me alimenta
    Minhas mãos no fogo
    Posso pôr por outras causas
    Menos por aquilo que queres que eu prometa

    Porque eu não posso
    Prometer que vou esquecer-te
    Amor, não posso
    E dizer que vou calar a dor
    Não o posso
    Estás sempre em mim

    E não psso
    Prometer que não vou mais sonhar
    Não posso
    E dizer que não irei lutar
    Não posso
    Porque até ao fim
    Não desisto de ti

    Não, eu não sei se volto a ter-te
    Não mesmo assim eu não desisto
    Posso dar em louco
    Mas recuso-me a perder-te
    Sinto muito
    Pede tudo menos isso

    22 abril, 2006

    A diferença entre esquerda e direita.

    Uma universitária andava no quarto ano da Faculdade. Tinha vergonha de que o seu pai fosse de direita e, portanto, contrário aos programas socialistas e seus projectos de lei, que davam benefícios aos que não o mereciam e impostos mais altos para os que tinham maiores rendimentos.

    A maioria dos seus professores tinha afirmado que a filosofia dele estava equivocada. Por tudo isso, um dia, decidiu enfrentar o pai. Falou com ele sobre o materialismo histórico e a dialéctica de Marx, procurando mostrar que ele estava errado, ao defender um sistema tão injusto como o da direita.

    No meio da conversa, o pai perguntou: Como vão as aulas? Vão bem, respondeu ela. A média das minhas notas é 18, mas tenho muito trabalho para conseguir estas notas. Não tenho vida social, durmo pouco, mas vou em frente. O pai prosseguiu: E a tua amiga Sónia, como vai? Ela respondeu, com muita segurança: Muito mal. A média dela é 6, principalmente, porque passa os dias em shoppings e em festas. Pouco estuda e, muitas vezes, nem sequer vai às aulas. De certeza que vai chumbar o ano.

    O pai, olhando nos olhos da filha, aconselhou: Que tal se tu sugerisses aos professores ou ao coordenador do vosso curso, para que sejam transferidos 6 valores das suas notas para as da Sónia. Com isso, vocês duas teriam a mesma média. Não seria um bom resultado para ti, mas convenhamos, seria uma boa e democrática distribuição de notas, para permitir a futura aprovação de vocês as duas.

    Ela, indignada, retrucou: Por quê?! Eu trabalhei muito para conseguir as notas que tive, enquanto a Sónia passeou pelo lado fácil da vida. Não acho justo que todo o trabalho que tive seja, simplesmente, dado a outra pessoa. O pai, então, abraçou-a carinhosamente, dizendo: BEM-VINDA À DIREITA!!!!

    08 abril, 2006

    No início...


    Aqui está o primórdio dos SMART’s . Uma foto da autoria da blogger de «MaiS uma VidA» que achei por bem partilhar.
    Posted by Picasa

    03 abril, 2006

    Aguenta Coração. (Br).

    Coração, diz pra mim
    Por que é que eu fico sempre desse jeito?
    Coração, não faz assim
    Você se apaixona e a dor é no meu peito

    Para quê que você foi se entregar?
    Se na verdade eu só queria uma aventura
    Porquê você não pára de sonhar? É um desejo e nada mais
    E agora o que é que eu faço, pra esquecer tanta doçura?

    Isso ainda vai virar loucura, não é justo entrar na minha vida
    Não é certo não deixar saída não é não

    Agora aguenta coração, já que inventou essa paixão
    Eu te falei que eu tinha medo amar não é nenhum brinquedo
    Agora aguenta coração, você não tem mais salvação,
    você apronta e esquece que você sou eu

    02 abril, 2006

    Wonderful Tonight

    It's late in the evening
    She's wonderin' what clothes to wear
    She puts on her make-up
    And brushes her long blond hair

    And then she asks me, "Do I look all right?"
    And I say yes, you look wonderful tonight

    We go to a party
    And everyone turns to see
    This beautiful lady
    walkin around with me

    And then she asks me, "Do you feel all right?"
    And I say yes, I feel wonderful tonight

    I feel wonderful because I see the love light in your eyes
    And the wonder of it all is that you just don't realize how much
    I love you

    It's time to go home now
    And I've got an achin' head
    So I give her the car keys
    And she helps me to bed

    And then I tell her
    As I turn out the light
    I say my darlin', you were wonderful tonight
    Oh, my darlin, you were wonderful tonight

    01 abril, 2006

    Virar a página.

    Depois de algum tempo com o anterior template, achei interessante renovar o aspecto do blogue. Mantêm-se as mesmas funcionalidades, e os mesmos links, muda apenas o grafismo, que tem agora mais a ver com um blogue pessoal. Espero que se mantenham as vossas visitas.

    Para os poucos mas sempre fiéis visitantes, o meu obrigado.

    O amor faz...

    Eu ficava olhando as estrelas
    E fazia um pedido ao luar
    Eu buscava um amor dos meus sonhos
    E um dia encontrei seu olhar

    Foi quando eu descobri como eu te amo
    E finalmente pude acreditar
    Que as estrelas e a lua fizeram
    Meu pedido se realizar

    Foi quando eu descobri que a vida inteira
    O meu destino era te encontrar
    Que o universo inteiro conspira
    Ao desejo se realizar

    O amor vai até onde os sonhos conseguem chegar
    O amor faz tudo aquilo que alguém decide acreditar

    Eu ficava olhando as estrelas
    E fazia um pedido no ar
    Eu buscava o amor nos meus sonhos
    E um dia encontrei seu olhar

    Foi quando eu descobri como eu te amo
    E finalmente pude acreditar
    Que o universo inteiro conspira
    Ao desejo se realizar

    O amor vai até onde os sonhos conseguem chegar
    O amor faz tudo aquilo que alguém decide acreditar

    30 março, 2006

    Ligações actualizadas.

    Aproveitei algum tempinho morto para actualizar as ligações do Blog. Foi adicionado um novo Blog “Colher Rosas”. Foram ainda retirados site já desactivados... Boa navegação...